Registar
Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Gibraltar United é o primeiro clube no mundo a pagar o salário dos seus atletas em criptomoeda.

Debaixo do penhasco de Gibraltar e junto ao seu (peculiar) aeroporto, há uma equipa de futebol que pode muito bem ter feito a maior inovação de sempre no que toca às regras financeiras do futebol. É que o Gibraltar United, quarto classificado da liga de Gibraltar da época passada, acaba de se tornar no primeiro clube de futebol do mundo a pagar o salário dos seus atletas com moeda virtual. 

De acordo com o “The Guardian”, Pablo Dana, dono do clube e investidor da criptomoeda ‘Quantocoin’, assegurou que introduziu nos contractos dos jogadores da próxima temporada que vão ser pagos através deste tipo de moeda virtual.

‘Gibraltar foi o primeiro lugar em que as empresas de apostas foram reguladas. Foram estabelecidas leis e criada uma plataforma. Agora, estão a ter a inteligência para fazer o mesmo com as criptomoedas’, afirmou Dana. Recorde-se que Gibraltar foi pioneiro ao acolher em 2016 o lançamento do primeiro produto Bitcoin regulado de toda a Europa.

Esta não é, de resto, a primeira vez que o futebol e as criptomoedas andam de mãos dadas. No início deste ano, em Janeiro, o modesto Harunustaspor, emblema de futebol amador da Turquia, pagou a contratação de Omer Faruk Kiroglu em ‘bitcoins’, mais concretamente 0.0534 ‘bitcoin’, o equivalente, na época, a 433 euros.

Também o Arsenal, no início deste ano, se tornou o primeiro clube de futebol do mundo a ser patrocinado por uma empresa de moeda digital, com a CashBet a assumir-se como um dos ‘sponsors’ oficiais dos ‘gunners’. É caso para dizer que a moeda virtual veio para ficar e que já fazem parte do futebol!

Relacionado

Liked it? Take a second to support Miguel Dias on Patreon!

Leave a Reply

Your email address will not be published.