Registar
Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Borussia Dortmund já confirmou que o velocista Usain Bolt, de 30 anos, vai treinar às ordens de Thomas Tuchel. O anúncio foi feito por Hans-Joachim Watzkem director-executivo do emblema de Dortmund, que se apressou a esclarecer que “não é nenhuma brincadeira nem nenhuma jogada de marketing”.

Os mais cépticos dirão que isto não é verdade e que se trata mesmo “SÓ” de uma jogada estratégica, até porque o jamaicano é umas das figuras da Puma (até já recebeu umas chuteiras personalizadas, ver imagem abaixo) e… adivinhe, o Borussia Dortmund também é “vestido” pela mesma marca germânica. É um puzzle do qual achamos já ter todas as peças, contudo, as afirmações de Hans-Joachim Watzkem à imprensa alemã merecem ser levadas a sério e há quem já projecte um futuro no futebol para o “homem mais rápido do mundo”.

puma-unveils-customized-puma-evospeed-for-usain-bolt-2

Recorde-se que Bolt, que ao todo já soma nove medalhas de ouro olímpicas, já afirmou por diversas vezes que gostava de ter uma oportunidade para trocar as pistas pelos relvados, mas até então só tinha sido associado ao Manchester United, um clube do qual é adepto confesso. Mas o Dortmund antecipou-se aos Red Devils (e a José Mourinho!) e serão mesmo os primeiros a poder avaliar de perto o que o jamaicano consegue fazer com uma bola. Mas até se perceber se “temos jogador”, há quem já imagine como seria uma eventual carta de Bolt no FIFA 18 Ultimate Team.

 

It’s official that Usain Bolt will train with Borussia Dortmund! 😳 Will he be good? 👍👎

Uma foto publicada por Football • Soccer • Futbol (@everydayfooty) a

Como seria de esperar, e a avaliar pelas suas características, Bolt terá que jogar numa das alas do ataque, para que lhe possa ser dada a liberdade de explorar a sua grande arma, a velocidade. Mas nem só de “pace” se faz o jogo de Bolt. Com 1,95 metros de altura, o jamaicano é um trunfo no jogo aéreo, sobretudo nas bolas paradas.

No que aos aspectos mais técnicos diz respeito, é difícil adivinhar o que Bolt é capaz de fazer com uma bola nos pés. E com anos e anos de treino focados em picos de performance que duram cerca de 10 segundos, é complicado perceber se o jamaicano se conseguirá adaptar a um desporto de 90 minutos.

Mas nada disso conta na hora de imaginar a carta do jamaicano no FIFA do próximo ano. E para os que já estão a dizer que nunca vai acontecer, lembrem-se que Thierry Henry também dá uma “perninha” no NBA 2k17 (imagem abaixo). Nada é impossível!

henry-nba-2k17

Relacionado

Leave a Reply

Your email address will not be published.