Registar
Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Um grupo de quatro hackers foi esta terça-feira presente a um juiz depois de terem sido acusados de lucrar cerca de 18 milhões de dólares (16,8 milhões de euros) com a venda de FIFA coins ganhas de forma ilegal.

De acordo com a acusação, Anthony Clark, o principal suspeito, terá desenvolvido com mais três “hackers” uma aplicação que “enganava” o código fonte do jogo e simulava que tinham sido feitos milhares e milhares de jogos. Depois, bastava recolher os frutos (sob a forma de moedas FIFA) e vender no mercado negro europeu e chinês.

hackers FIFA 17

Isto permitiu ao grupo de quatro “hackers” juntar uma quantia que ascende a quase 17 milhões de euros. Mas apesar do julgamento só ter começado agora, este caso já não é recente e remonta a um período de tempo entre 2013 e Setembro de 2015.

Até à data, o FBI já apreendeu vários automóveis de luxo, cerca de 3 milhões de dólares e uma casa que o grupo tinha na Califórnia.

O que tem a dizer sobre este caso? Diga-nos a sua opinião nos comentários abaixo.

Relacionado

Leave a Reply

Your email address will not be published.