Registar
Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Adidas e a Alemanha mostraram este domingo, em Dusseldorf, o equipamento principal que a selecção campeã do mundo vai “vestir” na Taça das Confederações que se realiza no próximo ano, na Rússia.

O “mestre de cerimónias” foi o médio do Manchester City Ilkay Gundogan, que surgiu com a nova camisola da “Mannschaft”, com um design retro, inspirada na camisola alternativa de 1990.

Outra das novidades prende-se com o facto das famosas três listas da adidas terem regressado à zona dos ombros, deixando a lateral da camisola, tal como acontece com os modelos que a marca germânica “desenhou” para as equipas e para as seleções da presente temporada. É um regresso ao passado, já que à exceção desta época, as três listas sempre surgiram na zona dos ombros e das mangas.

A gola, em formato ‘v’, ganhou as cores da bandeira alemã, mas o escudo de campeão do Mundo FIFA, conquistado em 2014 no Brasil, é o grande protagonista da “dianteira”.

A estreia deste equipamento está marcada para o próximo dia 15 de Novembro, diante da Itália, bem a tempo dos adeptos alemãs se habituarem ao novo uniforme que a Alemanha vai usar no próximo Verão na Rússia.

Recorde-se que a Taça das Confederações vai contar com a presença das selecções da Alemanha, Austrália, Chile, Nova Zelândia, Portugal, os vencedores da CAN de 2017 e a Rússia, o país anfitrião.

O que achou desta criação da Adidas? Deixe a sua opinião nos comentários!

Relacionado

Leave a Reply

Your email address will not be published.